quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Para fechar o ano


Apontamentos - 31 de Dezembro de 2015

- Bom 2016
Antes de mais, um excelente 2016 a todos os seguidores, comentadores e leitores do Desportubol.

- Bruno de Carvalho em mais uma entrevista
Desta vez é ao Expresso. Que exagero! O homem não se cala e faz questão de estar sempre a aparecer.

- Sporting rejeita pagar dívida com direitos televisivos
É o que parece da entrevista. Ora, se isso acontecer é mau. A lógica da dívida é: pedir emprestado para investir e assim gerar receitas que no futuro permitam pagar a dívida e os juros. As receitas televisivas deveriam ser aplicadas no pagamento da dívida e poupança de juros.

- A obsessão de BdC em estar sempre a falar dos concorrentes
Será que o presidente do Sporting vive em função dos concorrentes! A entrevista ao Expresso revela uma obsessão e dependência dos rivais. Porque não se preocupa mais com o Sporting do que com ele próprio e do que com os rivais.

- Silly season de entrevistas
Luís Filipe Vieira também falou, mas ABOLA, para vangloriar-se do seu contrato televisivo e animar as hostes benfiquistas em véspera de derby de rivais em Alvalade. O ego dele agradece.

- "Mais bastidores" na TVI24
Sem dúvida o melhor programa desportivo da atualidade. Boa escolha da TVI.


- Famalicão perde em casa com o Feirense
Mais um golo de um miúdo do Feirense a decidir: Micael Freire. O Famalicão tentou, mas o guarda redes nigeriano Alampsu (em estreia) esteve muito bem.

- Bruno Cesar pinta o carro de preto.
Insólito.

- Ressaca da Taça da Liga
Hoje, os jornais fazem o rescaldo da Taça da Liga: destacam os méritos de Ivo Vieira e Marega frente ao FC Porto e destroem Marcano.

Foto: FlashVidas

NOS anuncia milhões para os pequenos clubes

A NOS anunciou ontem acordos com muitos clubes da Primeira Liga. 

Não se conhecem os valores, mas o Sp. Braga foi 10 M/época.
Trata-se de uma lufada de capital para estes clubes, em que se espera que tenham mais juízo que no passado em vez de se porem com loucuras que amortizem a sua dívida.

Agora, podem planear, mas há questões por esclarecer:
- se os clubes baixarem de divisão, o que acontece?
- os jogos serão todos televisionados?
- quem está em PER, o dinheiro vai para os credores?
- onde vai a NOS financiar tudo isto. Por época, são milhões e milhões de euros?
- e a bilheteira? O espetador de domingo à tarde vai ser tido em conta na calendarização?
- porque esta pressa de resolver tudo em 2015 se só começa em Agosto de 2018? 
- Porque ainda não foram tornados públicos os valores e conteúdo dos contratos? Assim, já e sabia o valor comercial de cada equipa e quem fez melhor e pior negócio.

Ainda faltam alguns clubes anunciar os seus acordos (ontem na TVI 24, dizia-se que Boavista, Guimarães e Rio Ave vão para a MEO). Falta Moreirense, Estoril, Tondela e U. Madeira. Deste ssó o Moreirense pode negociar os seus direitos já para a próxima época. Mas vamos ser sinceros: quem está disposto a pagar para ver o Tondela - U. Madeira na televisão?

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Liga NOS 15/16 - a análise 15/!16


O Sporting está mais forte que no passado, com melhor equipa, mais confiante e com melhores resultados. Jorge Jesus trouxe o impulso que a equipa precisava e existem 4 reforços que se destacam: Teo Gutierrez, Bryan Ruiz, Gelson e Matheus. Pela primeira vez nos últimos anos, trataram-se de reforços de verdade, enquanto a formação continua a ser privilegiada. Este era um dos receios que a chegada de JJ trazia e que acabou por não acontecer.

O FC  Porto arriscou no mercado. Deixou as jovens promessas de Espanha e apostou no mercado nacional, nomeadamente em jogadores que a concorrência cobiçava. Nos três casos (Danilo, Maxi e André André deu-se bem). Aliás, este último já é indiscutível. No entanto, o treinador Lopetegui ainda não conseguiu um único título e a eliminação da Champions foi ridícula. Estranha parece ser o apagamento do reforço mais caro: Imbula. Tal como Adrian Lopez, Lopetegui parece não gostar de apostar nos investimentos mais elevados, o que é um contrasenso.

O Benfica está a ter algumas dores neste começo de época. A saída de um treinador com longevidade e espírito ganhador, deixou marcas. Por outro lado, houve uma redução do investimento no plantel, optando-se por recorrer a jovens da fomação, que não têm experiência. Se a prazo é excelente, no curto prazo e com o Sporting mais forte, é natural que os resultados sejam inferiores ao histórico.

Já o Sp. Braga está dentro daquilo a que nos habituou: uma equipa guerreira firme no 4º lugar. Não se percebe porém o facto de ser a unica equipa não chama jogadores da equipa B.

O V. Guimarães está abaixo do que fez nas épocas anteriores. Talvez no passado tenha feito mais do que era suposto. Tem havido dificuldade em encontrar a fórmula ideal... mas após muitas experiências, a equipa tem melhorado nos últimos jogos. Destaque para o guarda redes Miguel Silva, que tem cativado os adeptos e o público na sua titularidade, depois de ser suplente da equipa B.

As equipas da Madeira estão ao ritmo a que nos habituaram: no meio da tabela, com jogadores promissores.

O Rio Ave, Estoril e o Paços de Ferreira estão no seu melhor: seguros, com boas exibições e a lançar promessas no futebol (Marvin já deu o salto, Jota tem despertado cobiça). Ambos são estáveis e Jorge Simão limitou-se a não estragar a herança de Paulo Fonseca.

O V. Setúbal é a grande surpresa boa deste campeonato! Com um plantel muito pobre, com jogadores do CNS e dispensas de clubes medianos da Liga e com muitas dificuldades financeiras, tem feito um campeonato espetacular. Os jogadores dizem que é o psicológico e a união do grupo. Pois bem, a permanência está praticamente assegurada. Suk (ex-Nacional), André Horta (formação), André Claro (ex Arouca), Arnold (ex-Chaves) e Costinha (ex-CNS) são os destaques.

O Arouca também está bem melhor que no passado. Com um plantel quase de "luxo", com muitos jogadores sulamericanos com nome na praça, não tem feito mais que a sua obrigações. As "parcerias" do presidente Carlos Pinho estão a ter resultado e o treinador é bom.

No Belenenses, a evolução tem sido boa. O apuramento histórico para a fase de grupos foi um orgulho e permitiu desde logo diminuir o passivo. A equipa tem uns excelentes 16 pontos e mais não se podia pedir. Sá Pinto saiu mal saiu da Europa e foi contratado um espanhol. Essa escolha é uma incógnita e pode sair cara.

Mais abaixo, o Moreirense demorou a engrenar. Miguel Leal teve que construir uma equipa quase nova e teve dificuldades. Tem boa matéria humana e está em recuperação.

Na lote das equipas que vão lutar para não descer, incluo o U. Madeira. Está a fazer pontos com os grandes, mas o seu campeonato é com os pequenos. EM caso de igualdade prevalecerá o confronto direto, que é desfavorável. O seu plantel é estranho.. muitos sulamericanos e nenhum deles se safa. Se olharmos para os melhores do U. Madeira verificamos que todos eles atuavam em Portugal: André Moreira (ex-Moreirense - uma surpresa), Soares (U. Madeira) e Gian (ex Sanjoanense). Como se vê, o presidente em vez de andar a atacar o treinador e os jogadores devia ganhar juízo e escolher melhor os seus jogadores.

Na luta pela permanência estará também o Boavista. No ano passado, teve sorte e muito querer. Petit foi o obreiro da permanência. Esta época está a ter algumas dificuldades e terá que se reforçar.

A Académica está ao ritmo a que nos habituou: sempre na segunda parte da tabela classificativa. Desta vez tarda em sair dos últimos lugares. Tem muitos portugueses no plantel e é uma pena que os resultados não surjam.

Por fim, o Tondela. Não acredito na permanência. O plantel não é mau, mas as coisas não funcionam e já vai no terceiro treinador. A excepção é Luís Alberto que é o melhor. Já de Guzzo esperava-se mais. O Tondela tem de se reforçar neste mercado.

Segunda Liga - a análise (Dez 15)

A Segunda Liga vai a meio. Esta época, talvez por ser o único campeonato em Portugal que não tem um patrocinador, parece menos mediática que o costume. As equipas B estão a fazer um grande campeonato, enquanto o D. Chaves é a equipa melhor posicionada para a subida.

- D. Chaves e Portimonense, as minhas apostas para a subida
A meu ver são estes os candidatos.
O D. Chaves está no 2º lugar exigível. É treinado por Vitor Oliveira e manteve muitos dos bons jogadores da época passada. O começo de campeonato não foi fácil, mas com o tempo a equipa melhorou e o lugar em que está é sinónimo disso.
O Portimonense tem muitos brasileiros e tem uma coisa muito importante: ambição. A sua admnistração já demonstrou que a meta é a subida. O seu accionista, Teodoro Fonseca, empresário de Hulk tem recursos para investir na equipa e está disposto a abdicar de mais-valias para segurar craques (o exemplo recente é Kanikazi). Os recursos passam por dinheiro (os muitos euros que deve ter recebido ela transferência de Hulk para o Zenit) e jogadores talentosos da sua carteira.

- Oliveirense e Oriental, as minhas apostas para a descida
As crónicas são esclarecedoras. Há vontade, mas falta talento. No início da época, o presidente dispensou Carela, já depois do mercado estar fechado. Uma atitude má e cobarde. O jogador lançou uma maldição que se está a concretizar. Alguns jogadores importantes sairão (Bruno Simão, Yero,... Carela) e foram contratados 6 brasileiros sabe-se lá com que critério. Louve-se a aposta na formação.
 O Oriental deverá descer. Li uma entrevista do presidente em que deitava completamente a toalha ao chão. Sem ambição nenhuma. Com um líder assim, como pode haver equipa que ganhe.

- As surpresas: Feirense e Famalicão
O Feirense tem uma equipa curta e muito inexperiente. Pepa conseguiu o que poucos conseguiriam: fazer uma excelente primeira volta e valorizar os jovens da formação. Mérito para jogadores e treinador. Além de Fábio (já estava na altura de vir para a Liga), Platini, Kukula, Rúben Oliveira e o guarda redes georgiano são ativos.
O Famalicão é outra das surpresas. Com assistências invulgares e com muitos jogadores desconhecidos, mas já com alguma idade (Mércio - 35, Chico - 33, Leandro - 28, Vilaça - 30), tem feito um bom campeonato.
No entanto, falta músculo para ambas aguentarem a subida.

- Penafiel, a desilusão
DO Penafiel esperava-se uma equipa para disputar a subida: pelo plantel, pela equipa técnica, pela ambição da dos dirigentes. Porém nada disso de passou. A equipa luta pela permanência.

- As equipas B
Estão todas a fazer um bom campeonato. O V. Guimarães e o Benfica têm sido prjudicadas pelas sucessivas chamadas dos seus jogadores às equipas principais e por isso, talvez, sejam as piores classificadas. O Sporting joga com jogadores de equipa A o que prejudica a competição.

- As outras equipas
O Freamunde está a fazer um campeonato tranquilo. Falta alguma qualidade ao plantel, que continua com Pedrinho a ser a principal referência da equipa. Deve continuar a seguir o caminho, mas não tem estofo para a subida.
O Gil Vicente começou mal, com a equipa a crescer naturalmente nos últimos jogos. Nandinho teve que construir uma equipa de raíz e infelizmente sem os juniores que tão bom campeonato fizeram na temporada passada. A equipa precisa ainda de tempo para crescer e amadurecer. No entanto, "good job" do treinador.
O Atlético está afazer um campeonato dentro do que esperava. Começou bem, mas não passou do começo. Caiu na mediania. Tem muitos jogadores novos e g«falta alguma identidade.
O Olhanense está também e ineditamente a fazer um campeonato tranquilo sem precisar de mudar de treinador. Está a dar a conhecer muitos jovens portugueses que foi recrutar ao CNS. Isso é bom. Segue tranquilo, mas já paira no imprensa que os italianos querem vender a SAD: Ainda agora chegaram e já querem fazer lucro rápido. Investidores desses não são necessários.
O Ac. Viseu também está a viver estabilidade. Tem um plantel muito curto, de onde no Verão sairam muitos jogadores para a Liga. Ricardo Cheu teve que construir um plantel novo e está a ter sucesso. Dá-se bem em Viseu.
No D. Aves, também chegaram investidores que tiveram que construir um plantel em contra relógio. Abel Xavier foi apanhado na confusão e não conseguiu fazer o milagre. O experiente Ulisses Morais veio salvar a equipa que segue em lugares mais tranquilos. Ainda assim, tem muitos jogadores de muitas nacionalidades diferentes. Falta identidade.
No Varzim, tem havido algumas dificulades e Quim Berto foi injustamete despedido. Para o seu lugar veio um treinador com raça, "made in FCP", que continuou a imprimir raça. O Varzim está dentro das expetativas, mas já está a dar a conhecer jogadores.
O Farense está na mediania habitual numa época em que o seu plantel tem muitos estrangeiros faltando ali identidade. Jorge Paixão estava a fazer um trabalho razoável, mas saiu. Creio que o percurso do Farense pode ser difícil.
O Santa Clara após um período conturbado pela luta pelo poder presidencial também está a ter dificuldades, notando-se um sucessivo crescimento da equipa. O plantel é curto, mas tem um treinador experiente. Pela negativa, destacamos o facto de ter poucos jogadores açorianos.
O Sp. Covilhã está abaixo do que fez no ano passado. Saíram muitos jogadores e os que vieram não estão ao mesmo nível. Vai ser uma luta difícil.
O Mafra está também com dificuldades. Tem muitos jogadores sem experiência e falta o sentimento e apoio que Varzim e Famalicão têm. Como se esperava, é uma equipa alicerçada no sonho do presidente e dos patrocinadores. Falta o sentimento e o apoio dos adeptos.
O Leixões, coitado, está a sofrer o peso da crise. Com um plantel curto e limitado, não tem tido
a sorte de outras épocas. Se não descessem cinco equipas acreditava que conseguiria a permanência. A desceram tantas, será um teste a Pedro Miguel e aos "bebés".

Campeonato Nacional de Seniores - a análise (Dez 15)

O campeonato Nacional de Seniores está sensivelmente a meio, mas já algumas ãnálises podem ser feitas.
- Modelo de sucesso
Ao centralizar o futebol de terceira linha num único campeonato ganhou a simplicidade e a visibilidade. O crescente aumento de interesse dos media e das assistências bem como as inúmeras contratações no último defeso mostram quão popular é o campeonato.

- Jogos com transmissão televisiva
A partir de Janeiro, serão os jogos do CNS os únicos a ter transmissão televisiva em canais "não premium". A aposta da CMTV vai e está a permitir ter muita visibilidade a este campeonato.

- Um patrocinador exclusivo
A Prio subscreveu os naming rights deste campeonato o que é inédito e beneficia a marca e os clubes com novas receitas.

- Artigos exclusivos nos media
O Zerozero tem uma análise semanal detalhada deste campeonato, destacando jogadores e treinadores.

Olhando mais micro, existe algum desequilibro entre as series.
Temos series excessivamente competitivas e outras que são uma nulidade.

- Série B
A Série B é a mais agressiva. Os candidatos estão lá todos concentrados: Vizela, Fafe, Felgueiras e até o Trofense e Limianos.

- Equilíbrio na série C e G (Grande Porto e Grande Lisboa)
Já a serie C e G têm as equipas mais equilibradas, que são as do Grande Porto e Grande Lisboa, respetivamente. Gondomar e Salgueiros são os pesos pesados da primeira. MAs Pedras Rubras, Coimbrões, Cinfães e Amarante fazem força. ENquanto Real, Sintrense, Casa Pia, Loures e Torreense garantem o equilibrio da segunda.

- As equipas açorianas

Na séria E, a série dos pobres, em que as equipas estão todas niveladas por baixo, sobressaem as equipas açorianas. COm muita aposta na formação e no jogador açoriano, estão a dar cartas. Nesta série não é preciso ser bom para estar nos primerios lugares. Basta ser razoável.

- U. Leiria sem oposição e muito rica.
O dinheiro abunda em Leiria, pelo menos a avaliar o plantel que tem. Muitos jogadores vieram das ligas profissionais: Anilton Jr, Paiva, Pedro Moreira, Silveira, Bruno Simão, Bruno Gonzalez, João Vicente e Yontcha. A estes juntam-se mais uns quantos russos. Ora, na série em que está, naturalmente, não há nenhum clube com argumentos para fazer frente. A classificação é natural. O Leiria é o mais forte é o mais sério candidato à subida.

- Muitos jovens
Olhando para os planteis vê-se muita aposta nos jovens (quase todos os clubes têm ex-juniores nos seus planteis ou jovens provenientes dos escalões de formação das equipas da Liga). Vê-se muito talento que pode abastecer a Liga principal.

- Treinadores jovens, mas pouco conhecidos
Olhando para os treinadores, não vemos grandes nomes. Mais um exemplo da democracia desta prova onde há espaço para todos.

Taça da Liga - 1ª Jornada

Ontem foi dia de futebol. Jogou-se a 1ª jornada da Taça da Liga, com uma surpresa vinda do Dragão. O Marítimo tornou a ser "o" obstáculo de Lopetegui.

- Nova derrota frente ao Marítimo
Em 2015, as derrotas em Portugal do FC Porto foram sempre contra a mesma equipa: o Marítimo. Lopetegui tem de ir "à bruxa".

- Marcano irreconhecível
Jogo negro, muito negro, para o central. Esteve nos três golos do Marítimo. Depois deste jogo, a vida no Dragão fica mais complicada. Via Verde para Indi.

- Maicon ou Varela: qual dos dois o pior?
Os jogadores mais experientes desta equipa foram os que estiveram pior. Maicon esteve mal (ainda assim menos mal que Marcano). Varela foi um nulo em campo (porque só saiu aos 76'?). Evandro também esteve no insuficiente. Já Imbula, no tempo que esteve em campo, pouco mostrou.

- Tello e André André, as excepções
Se André André é indiscutível, Tello aproveitou a oportunidade. André Silva estreou-se bem, no meio de tanto desacerto dos centrais.

- Marítimo em excelente nível
A noite foi de sonho para o Marítimo e Ivo Vieira já pode dormir mais descansado. Alex Soares, Fransérgio, Marega, Salin destacaram-se.

- Jimenez decide em apenas 3 minutos de jogo
Rui Vitória não tem confiança no mexicano, dando-lhe oportunidades fugazes. Ontem, aquele que foi o reforço mais caro desta época, decidiu a partida em apenas 3 minutos de utilização. Jonas foi mais uma vez preponderante no ataque no Benfica apesar de ter entrado aos 57'. Ou seja foram os suplentes utilizados e habituais titulares que salvaram o jogo do Benfica. Lisandro esteve muito bem na defesa.

- Mau jogo do Benfica
O Benfica ganhou mas não foi fácil. O adversário deu luta e Vitória deu espaço a jogadores de segunda linha. Se Jimenez aproveitou, houve outros que nem por isso. Destacamos Cristante, Talisca e Samaris. Eliseu também não existiu. Carcela foi um misto do bom e do inexistente.

- Nacional não fica para a história
Assustou, jogou olhos nos olhos, mas perdeu. Soares foi o melhor apesar de só entrar na segunda parte.

- Jogo de estreias
Lindelof (equipa B), Ederson (ex-Rio Ave) e Alan Henrique (ex Beira Mar) estrearam-se.

- Sporting com classe
Gostei do jogo do Sporting. O adversário desistiu após o 2-1 e o Sporting deslumbrou, com duas bolas no poste e mais um golo.

- Miúdos de Jesus em alta
A dupla da equipa B promovida por Jorge Jesus continua muito competente. Ontem foi um jogo muito bom de Matheus e Gelson. Além de titulares, o segundo marcou um golo. Jefferson esteve também muito ativo, enquanto Slimani levou duas ao poste e Ruiz que entrou aos 65's ainda fechou o resultado num grande lance.
Por outro lado, nas 2ªs linhas, Boeck que não nem será titular cometeu um enorme frango, mostrando que nem sombra faz a Patrício. Aquilani, pelo contrário, aproveitou a oportunidade e marcou um golo. Naldo esteve bem. André Martins não desiludiu.

- Mau P. Ferreira
Não fosse o frango de Boeck não teria marcado. A equipa estava desinspirada e depois do 2-1 desistiu. Estes jogos são uma montra e o Paços foi uma desilusão. Esperava mais. Destaco ainda assim o lançamento de mais um jovem júnior na equipa principal: Tiago Serralheiro.

- Pouco público
20.107 na Luz, 23.462 em Alvalade e 31.219 no Dragão

- Rio Ave vence Leixões sem surpresas
Confirmou-se o favoritismo, com alguns jogadores menos conhecidos a constar nos destaques. Taha Zarei, guarda redes do Leixões, iraniano, 19 anos, ex Naval fez muitas e boas defesas; Abalo e Kizito portaram-se bem. Kayembe fez um belo golo e Diogo Nunes, produto da formação leixonense, marcou o golo de honra.


- Moreirense vence Oriental sem surpresas
Muitos golos marcados, mas as segundas linhas do Moreirense responderam bem. Rafael Martins, o melhor do Moreirense entrou na 2ª parte e desequilibrou completamente o jogo com um bis (um de  penalty). João Sousa, ex-júnior e titular, provocou o primeiro golo da sua equipa, enquanto Boateng também marcou. Para o Oriental, fica a infelicidade de Diego Tavares e o golo de Fernando, assistido por Bruni Aguiar.


terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Sporting anuncia acordo com a NOS

O Sporting anunciou o acordo com a NOS. O valor é o mais elevado dos três grandes, mas também inclui mais coisas.
Continuo a achar que o Sporting deveria ter esperado para valorizar ainda mais, mas seja lá o que for no pacote, os números são excelentes.

Quem fez o melhor negócio é discutível. Fica o resumo (Fonte: SapoDesporto)

Benfica - NOS
- Direitos de transmissão dos jogos em casa, inicialmente por três anos, podendo ser renovado por qualquer uma das partes até um total de 10 épocas.
- Direitos de transmissão da Benfica TV, pelo mesmo período.
Valor total: 400 milhões de euros.



FC Porto - MEO
- Direitos de transmissão dos jogos em casa por 10 anos (início a 1 de julho de 2018).
- Direitos de exploração da publicidade no Estádio do Dragão por 10 anos (início a 1 de julho de 2018).
- Direitos de transmissão do Porto Canal por 12 épocas e meia (início a 1 de janeiro de 2016).
- Estatuto de patrocinador principal do FC Porto por 7 épocas e meia (início a 1 de janeiro de 2016)
Valor total: 457,5 milhões de euros.
 


Sporting - NOS
- Direitos de transmissão dos jogos em casa por 10 anos (início a 1 de julho de 2018).
- Direitos de exploração da publicidade no Estádio José Alvalade por 10 épocas (início a 1 de julho de 2018).
- Direitos de transmissão do Sporting TV por 12 épocas (início a 1 de julho de 2017).
- Estatuto de patrocinador principal do Sporting por 12 épocas e meia (início a 1 de janeiro de 2016).
- Revisão dos valores do contrato com a PPTV, referentes às épocas 2015/16, 2016/17 e 2017/18.
Valor total: 515 milhões de euros.

Apontamentos - 29 de Dezembro de 2015

- Direitos televisivos
O mercado anda a ferver com as gigantes portuguesas de telecomunicações a negociar milhões com clubes de futebol. Os valores são histórico, muito elevados e muito superiores aos que são praticados atualmente. Benfica e FC Porto têm a questão arrumada e estão muito confortáveis. Já o Sporting, se for esperto, espera por 2018, para valorizar a sua marca e conseguir valores mais altos.

- Sporting tem de ser campeão para conseguir um bom negócio.
Explicação aqui. O Sporting tem que valorizar e só o consegue se for campeão. BdC tem de esperar para um momento mais favorável para negociar.

- O consumidor
Falam-se nos clubes, mas o consumidor não sabe como fica. Até 2018 (é apenas aí que a questão se coloca), ainda tudo se vai definir.

- Os clubes pequenos
Se V. Guimarães e Sp. Braga ainda devem ter umas migalhas porque têm adeptos e alguma competitividade, os restantes clubes estão tramados. Por este andar, ainda vai ter o CNS mais transmissões televisivas na CMTV que a 2ª Liga.

- Doyen  cria constrangimentos de liquidez no Sporting
Paga e depois reclama. O Sporting tem mesmo de pagar à Doyen e a questão é onde vai arranjar dinheiro. Recorrer à banca está fora de questão (presumo) pois esta está praticamente proibida pelos supervisores de emprestar dinheiro ao futebol. Não restará outra solução senão vender ativos.
Seja como for, o incumprimento do fair play financeiro com esta decisão deixou de ser tema.

- Sporting firme das suas convicções
O Sporting não desiste do processo contra à Doyen no processo Rojo. A bem da transparência do futebol é bom que se discuta. Mas se todos os tribunais já deram razão à Doyen, valerá a pena insistir? Mais, é legitimo insistir na moralidade, quando exisem contratos assinados entre partes independentes e idóneas?

- Elias pode render 7 M Euros ao Sporting
Elias não se deu bem em Alvalade, mas ainda assim pode render uma fortuna. O talento do jogador sobressaiu no Brasil e agora deve ser vendida à China (transação ainda não confirmada).

- Benfica tenta Diogo Jota
Representado pela Gestifute (o que é logo um dos melhores cartões de visita), Diogo Jota é a revelação desta primeira metade da Liga NOS 15/16 depois de já ter feito uns jogos na época passada. Assim, é a jóia da coroa do Paços de Ferreira. Ainda tem apenas 6 meses como sénior e deve ficar em Paços de Ferreira mais uns meses. Tem de ter tempo para crescer e aprender. Depois, sim, no Verão logo se pensa em transferências.

- André Carvalhas endiabrado
Ontem marcou 3 golos frente a um Arouca irreconhecível e surpreendido. Num plantel de brasileiros, cujo accionista maioritário do Portimonense é o empresário brasileiro de Hulk, Teodoro Fonseca, a equipa ontem surpreendeu pelo resultado.

- O espanhol do Belenenses vai ficar pouco tempo.
Não percebia escolha de Rui Pedro Soares. Porque foi buscar um estrangeiro quando os treinadores portugueses são reconhecidamente competentes. Ontem desculpou-se com a arbitragem. Temos outro Lopetegui?

Sporting tem de ser campeão para um bom negócio de TV

O Sporting vai ser o terceiro clube a negociar ois direitos televisivos, o que não é necessariamente mau.

Vejamos, quais são os "contras":
Ser primeiro implica não ter valores de referências e não prevenir eventos que a concorrência faça, mas fica-se com o valor que se quer. No fundo acaba por ser o clube que todos querem.
 Ser segundo, como o FC Porto, significa ficar com o segundo player das telecomunicações com capacidade negocial e pelos valores que quiser.
 Ser o terceiro como o Sporting é a pior posição:
      i) primeiro porque será segunda escolha
      ii) segundo porque vai ficar com os restos, nomeadamente o do orçamento.
      A NOS já gastou muito com o Benfica e a MEO com o FC Porto. Ao terceiro já sobra menos.
      iii) terceiro reflete o valor de mercado: ao não ser o preferido, significa que a ausência de vitórias, de títulos e de massa adepta justifica menos capacidade negocial.

Vejamos, quais são os "prós":

Bruno de Carvalho vai conseguir vender os direitos, mas trem de esperar para fazer um negócio. Já se fala, naturalmente, em valores mais baixos e só conseguirá igualar os valores dos rivais se for campeão nacional. Essa é a condição para aumentar a sua valorização e justificar interesse comercial.
Até 2018, Jorge Jesus ainda tem tempo para construir uma grande equipa, ser campeão e elevar os valores.
Será um erro negociar já os direitos.

domingo, 27 de dezembro de 2015

O que Sporting ganhou no diferendo com a Doyen

É oficial, o tribunal deu razão à Doyen no diferendo entre com o Sporting relativamente à transferência de Rojo.
No fim de contas, entre capital, juros e indemnizações o Sporting até pode financeiramente ficar a perder na operação, mas existem outros ganhos:

i) Discussão sobre os fundos e respectivos contratos.
A revolta de Bruno de Carvalho levou incusivamente as autoridade do futebol a restringir as modalidades de contratios entre clubes e fundos.
Trouxe à discussão a forma de negociação, o poder  e a influência dos fundos. É uma vitória intangível.

ii) Adiou problemas com o fair play financeiro
Ao reconhecer a mais valia na totalidade, ainda que com a discordância do auditor, PWC, conseguiu chutar para a frente problemas de fair play financeiro e ficar com o cash do lado do Sporting. Adiou até estes dias. Agora vai ter de resolver o problema, mas neste hiato de tempo ficou com uma série de problemas resolvidos.

iii) Aumento da transparência no futebol
Discutiu-se, falou-se e fez-se ruído.

457 Milhões de Euros - FC Porto na Meo

Ainda estamos a 26 de Dezembro de 2015, mas já e negoceia o Agosto de ... 2018.
O FC Porto cedeu por 457 M€ os direitos televisivos de 10 anos da equipa principal, a publicidade das camisolas, a exploração comercial do estádio e a exclusividade do Porto Canal.

Supera os números do Benfica, mas está muito em jogo.
Enquanto o Benfica tem o patrocínio da Fly Emirates, no Dragão começava-se a desesperar pelo facto de ninguém querer pagar pela publicidade das camisolas. Conseguiu-se a PT.

Os números são generosos, mas são muitas épocas e o clube pode estar a hipotecar o futuro por 12 épocas (resta saber se o contrato também tem as "opções" de renovação mais curtas que o Benfica).

Já o facto de ficar com a exclusividade do Porto Canal, para mim, enquanto cidadão é mau. O Porto Canal dá voz ao Norte do país e é muito mais que um instrumento de propaganda clubistica. Acho que a pluralidade ficou a perder. Mas sendo um canal privado, temos que compreender.

A fasquia está elevada e felizmente sem intromissões do Estado e da televisão pública. O mercado está a funcionar.

Aqui analisei os impactos do negócio da NOS com o Benfica. Hoje faz-se novo update.

- Sporting
Vai ser o terceiro a entrar na disputa e o negócio também a começar é em 2018. Os bancos devem andar a trabalhar forte e feio no sentido de garantir o negócio que lhes permite reaver o capital investido. Mas com a NOS no Benfica e a MEO no Porto, haverá espaço para a Sporting?
Existem valores de referência, é verdade! Urge começar a ganhar títulos e popularidade.

- Os outros clubes (mantenho o que escrevi)
Nesta guerra, os clubes mais pequenos, com poucos adeptos, sairão claramente prejudicados. Quem vai querer pagar por um jogo das outras equipas que não seja com os grandes ou um Guimarães-Braga? Os pequenos têm de se unir e negociar os jogos em casa com os grandes em conjunto, senão não vão conseguir nada.

- A 2ª Liga (mantenho o que escrevi)
A 2ª Liga vai perder toda a visibilidade: os operadores privados não vão querer investir em jogos ao meio dia de domingo sem interesse. Não lhes vai chegar dinheiro.


- O Papel da Liga
Até agora, não fez nada. Pedro Proença tem o rabo preso porque foi apoiado por Joaquim Oliveira. Já o projeto de centralização dos direitos televisivos ambicionado por Pedro Proença caiu. Na hora da verdade falou mais alto o poder dos clubes grandes em decidir o que lhes dá jeito e a influência dos bancos credores.

- E o consumidor?
Perde desde logo por não ter acesso ao Porto Canal, um dos canais mais plurais em Portugal e que dá voz ao Norte. Mas não se sabe onde irão ser, daqui a 3 anos, ser transmitidos os jogos do FC Porto. Ainda falta muito tempo e não se consegue comentar.

domingo, 20 de dezembro de 2015

Liga NOS - 14ª Jornada

Surpresa nesta jornada!
O Sporting perdeu o seu jogo e a liderança para o FC Porto que é pela primeira vez líder isolado! Slimani falhou golos a fio e o FCP teve um advserário muito permeável. Na Luz, o Rio Ave deu luta enquanto conseguiu e o resultado é enganador. O U. Madeira e Moreirense respiram melhor. Já o Tondela parece condenado.




- FC Porto
Líder isolado. Vitória tranquila sobre uma Académica que não deu luta. Danilo, Herrera e Aboubakar marcaram os golos.

- Benfica
O adversário deu luta e teve sorte. Jonas salvou a noite.

- Miguel Silva
Bonita atitude de um dos melhores em campo: no final do jogo foi comemorar a vitória com o megafone dos adeptos.

- V. Setúbal
Campeonato muito bom e regular. Desta vez foi André Claro a bisar e André Horta também a marcar.

- Norton de Matos 
Conquistou um ponto ao Benfica e três ao Sporting. Quatro em seis possíveis para um presidente irresponsável nas suas declarações. Para já, está mais seguro na classificação.

- Moreirense
Em ascenção, parece ter ultrapassado a fase inicial de muitas dificuldades. Rafael Martins bisou.




- Slimani
Muito perdulário. Falhou muitos golos e isso custou a liderança.

 - Ivo Vieira
Ou sai ou não sai! Derrota pesada.

- Filipe Silva
Uns chamaram de infâmia, eu fico-me pelo desrespeito por Norton de Matos e pelos jogadores. A equipa respondeu bem perante um presidente irresponsável nas suas declarações.

- Académica
Não foi à luta. Mau jogo.

- Tondela
Derrota atrás de derrota. Nem o novo treinador nem o novo estádio resolvem nada.

Lopetegui
(FC Porto)

2ª Liga - 22ª Jornada

Estamos quase a dobrar o campeonato e este está ao rubro. Das equipas da frente, nenhuma venceu (o Feirense  e Famalicão perderam e o Portimonense e Chaves empataram entre si). O Freamunde chegou-se à frente, enquanto Atlético e D. Aves recuperam de maus resultados. No fundo da tabela, a Oliveirense deixou o último lugar, e o Leixões reduz distâncias. O Varzim também ganhou oxigénio.

 


- Freamunde
Vitória muito importante que conjugada com outros resultados colocam a equipa nortenha na rota da subida. Em terreno difícil e com bom processos de jogo, Pedrinho, a referência da equipa, marcou um dos golos. O outro foi estreante: Francesco Celeste.

- Oliveirense
O caminho está a ser muito duro, quase penoso, mas com os últimos pontos saiu do último lugar, mas ainda são 8 os pontos até à zona de permanência.

- Leixões
Vitória importante, fora. Não foi suficiente para subir na tabela, mas reduziu distâncias.

- Ismael Diaz
Uma surpresa no FC Porto B.

- Tiago Sá
A figura do Sp. Braga B no jogo desta jornada.

- Competitividade da jornada
Está ao rubro o campeonato. Nesta jornada houve convergência de pontos




- D. Chaves
O trauma dos últimos minutos...

- FC Porto B internacional
O Porto B ganhou 0-3 ao Benfica e não jogou com jogadores da equipa A (tal como o SLB). Muito bem! O problema é quantidade de portugueses oriundo das camadas jovens: apenas 3: Rafa, Ramos e Graça. Ora, qual é o propósito das equipas B? Promover jovens jogadores portugueses da formação? Ou ser uma montra para as seleções de outros países e fazer "favores" a empresários? Fica para reflexão...

- Oriental
Caiu nos último lugar e tem plantel para mais.

- Penafiel
A diferença para o adversário foi notória. Não se justifica tendo em conta a qualidade do plantel.

Carlos Pinto
(D. Chaves)

Apontamentos - 20 de Dezembro de 2015

- Benfica sob pressão
A imprensa não facilita e ABOLA já faz marcação. Ou Rui Vitória ganha ou já tem a cama feita. O adversário não é fácil.

- V. Guimarães torna a ganhar fora.
O jogo teve vários destaques: o guarda redes do Vitória cantou e festejou com os adeptos no fim do jogo, um jogador expulso a dizer que não fez nada, Sérgio Conceição não foi para a rua, muita canelada, Otávio marcou e o Vitória ganhou. As coisas estão-se a compor.

- Ivo Vieira não f*** nem sai de cima
Já critiquei no Desportubol a indefinição nada saudável em torno da continuidade Ivo Vieira. Ou é ou não é treinador do Marítimo. Ontem os insulares sofreram uma derrota pesada em Arouca. Desta vez, não há como justificar a continuidade.

- O que vale o Rio Ave?
Hoje os holofotes estarão em cima do Rio Ave. A equipa continua a fazer resultados muito regulares, está bem classificada e pujante nas taças. O seu ponto forte é em casa, mas na Luz promete dar luta. Estou curioso.

- O investimento do Arouca
O Arouca investiu forte nesta época: jogadores acima da média para equipas modestas e agenciados por empresários da alta. Para já, está a valer a pena. A permanência pela primeira vez está bem encaminhada.

- Mourinho demitido
Notícia dos últimos dias. O único apontamento que deixo é que deixou de ter os jogadores do lado dele e isso ditou a sua saída naturalmente.

- Leonardo Jardim marca passo
O Mónaco ainda não atinou. Há ano e meio que anda nisto. Quando é que Jardim começa finalmente a acelerar?

- FC Porto B internacional
O Porto B ganhou 0-3 ao Benfica e não jogou com jogadores da equipa A (tal como o SLB). Muito bem! O problema é quantidade de portugueses oriundo das camadas jovens: apenas 3: Rafa, Ramos e Graça. Ora, qual é o propósito das equipas B? Promover jovens jogadores portugueses da formação? Ou ser uma montra para as seleções de outros países e fazer "favores" a empresários? Fica para reflexão...

Guarda redes do V. Guimarães canta para e com os adeptos

Miguel Silva, guarda redes do Vitória, teve a oportunidade da sua vida dada por Sérgio Conceição há cerca de um mês.

Habitual suplente da equipa B, aproveitou na Vila das Aves, a oportunidade forçada que o o treinador da B lhe deu. Nesse jogo foi a figura: defendeu penalties e jogadas de muito perigo, segurando o resultado da sua equipa.

Conceição com os maus resultados e por pressão dos adeptos e dos media, lá deu a titularidade, neste que considero o seu plano C.

O guarda redes tem aproveitado a oportunidade e mostrado talento: grandes defesas como no Bessa e ontem no Estoril, aliadas a vitórias da equipa elevam o jogador.

Ontem, destacou-se por uma outra coisa: no final do jogo pegou no megafone dos adeptos que viajaram até Lisboa e comemorou com eles: cantou e enalteceu a alma vitoriana.

Tão importante como conquistar o treinador é conquistar os adeptos e Miguel Silva está a fazer isso, i.e., a fazer pela vida.

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Apontamentos - 15 de Dezembro de 2015

- Benfica empata na Madeira
O U. Madeira vinha de um arrasador 6-0 e jogava sob brasas. O Benfica facilitou e deixou-se levar pelo excesso de confiança. Sem ideias empatou e está mais longe de FCP e SCP.
Mitroglou foi foi muito ineficiente e Jonas desastrado.

- Sá Pinto deixa o Belenenses
Decisão precipitada.

- Altice e a especulação
A imprensa avança com acordos e va,ores muito elevados para a realidade portuguesa.

- Sorteio madrasto para as equipas portuguesas
às melhores equipas portuguesas calharam os difíceis adversários alemães. Vai ser duro.

- Federação holandesa com coragem
Afastou o Twente das competições europeias devido às ligações com a Doyen. ATenho dúvidas que isso alguma vez aconteceria no futebol português.

- Rio Ave segue na Taça da Liga
Mais uma vez o Rio Ave a dar cartas nas TAças.

domingo, 13 de dezembro de 2015

Liga NOS - 13ª Jornada

Mais uma jornada incompleta devido ao nevoeiro do Estádio da Madeira. Assim, não pode ser. Uma vez, tudo bem. Agora três, não pode ser. No futebol ao mais alto nível, não se pode andar com as jornadas aos bocados porque há equipas a fazer a birras umas com umas outras e com politiquisses infantis.
Os três grandes venceram sem dificuldade (ainda que o FC Porto não tenha o jogo acabado) e bateu-se seguramente um recorde de golos marcados.




- Benfica
Noite de Inverno, fria, mas demasiado fácil para um Benfica que até se deu ao luxo de estrear jovens da equipa B (Djurdicic), tal como o jogador mais caro desta época mas que soma pouquíssimos minutos (Raul Jimenez). Já o júnior Renato Sanches foi titular, tal como Lisandro, o substituto de Luisão. Como se vê, Rui Vitória conseguiu gerir o esforço da equipa, fazer rotação de jogadores e ganhar o jogo sem problemas. Ainda assim, com um adversário tão macio, não se livrou de sofrer dois golos. Para o Benfica marcaram Pizzi, Jonas e um bis de Mitroglou.

- Sporting
Mesmo com jogadores que não são a primeira opção, o Sporting venceu sem dificuldades o Moreirense. Vitória incontestável! Aquilani e Gelson estrearam-se a marcar e o jogo ficou marcado pela reticência de Adrien em ceder a marcação da penalidade a Slimani. Situação desnecessária se Jorge Jesus clarificasse nos treinos quem faz o quê.

- Alex Soares
À parte dos desequilíbrios do seu treinador, o português do Marítimo marcou um e assistiu dois golos. O guarda redes José Sá também jogou.

- Resultado histórico em P. Ferreira
Não é todos os dias que se ganha 6-0. Os miúdos da formação, André Leal e Diogo Jota, somaram golos





- Moreirense e V. Setúbal
Entraram derrotados em campo e entregaram o resultado ao adversário. Mais um exemplo para os que argumentam que a Liga tem de ser reduzida para aumentar a sua competitividade.

- U. Madeira e os disparos de Filipe Silva
Com a sua vaidade habitual e com o vexame de levar 6-0 do ... P. Ferreira, Filipe Silva culpou todos menos a si próprio. Nem a dizer em público estas coisas que vai a algum lado.

- Gege
Sem dúvida um dos piores da jornada, se não mesmo do campeonato. Marcou na própria baliza aos 38 segundos e levou duplo amarelo e foi expulso logo aos 31 minutos. Tudo correu mal. A sua equipa foi cilindrada. Lito Vidigal tem um problema.

- Estádio da Madeira
Outra vez a impedir o desenrolar normal da jornada. Pedro Proença não faz nada?

- Tondela
Nem a estreia do novo treinador e do estádio original salvam a equipa. Derrota merecida! A sorte é que concorrência não faz melhor (Boavista empata e Moreirense e U. Madeira perdem).

Jorge Jesus
(Sporting)

2ª Liga - 21ª Jornada

A Oliveirense somou a 2ª vitória consecutiva e tenta reerguer-se, enquanto o Feirense regressou às vitórias e aproveitou os empates (D. Chaves) e derrotas (Portimonense) da concorrência. Posto isto aparecem novos protagonistas: Famalicão, Gil Vicente e Freamunde. Mas a inconstância destas equipas está a tornar o campeonato muito interessante.




- Platiny
Novo golo, nova vitória. Mesmo não sendo titular, tornou-se o melhor marcador do campeonato e está a permitir ao Feirense sonhar com a subida. Com os resultados de hoje, a equipa da Feira ficou bem mais isolada na frente e tem uma margem de 6 pontos para o terceiro elegível para subida. Pepa está a fazer um trabalho muito bom.

- Oliveirense
Ainda está no último lugar, mas somou a 2ª vitória consecutiva e são ainda 9 os pontos que separam da zona de manutenção. Não acredito que consigo manter-se. Ainda assim, Rafa, jogador da formação oliveirense tornou a marcar (3º golo). Carlitos, que tarda em chegar à Liga, marcou o outro golo (penalty) sobre o favorito Portimonense.

- Vagner
O caboverdiano do Gil Vicente de apenas 19 anos tem valido pontos nos últimos jogos e a equipa está a crescer. Os resultados refletem isso mesmo. Está a subir na tabela.

- Taarabat
Sem oportunidades na equipa A (já aqui critiquei a opção de Rui Vitória), faz pela vida na equipa B. Excelente jogada a abrir a partida frente ao Braga B.


- Ângelo Menezes
Salvou o Penafiel. Poderá ter começado a recuperação. Para já foi suficiente para sair da zona de descida. Primeiro golo no campeonato.

- Vitor Bento
Figura contra o D. Chaves: defendeu um penalty e respetiva recarga, assegurando o ponto para a sua equipa. Antero Afonso mantém-se como interino e olhar para o plantel do Farense é como olhar para uma Sociedades da Nações.




- Varzim
A chegada de Capucho animou a equipa, mas já são 5 os jogos sem ganhar. As lesões são muitas muitas, mas o Varzim tem que fazer pela vida e está a apenas 1 lugar da zona de descida. Sandro estreou-se a marcar.

- Leixões
Os resultados tardam em aparecer e a distância para a permanência vai aumentando.

- Mafra
Se não descessem 5 equipas, o campeonato tranquilo que está a fazer poderia ser suficiente. Mas tem de pontuar mais. De realçar que Ivan Fidalgo marcou e foi expulso.


Pepa
(Feirense)

- Oreintal
O triste episódio em Matosinhos na semana passada poderia ter espicaçado a equipa, mas não. *Perdeu em casa contra outra equipa na zona de descida. Passo atrás e ainda por cima a Oliveirense igualou o nº de pontos.

- D. Chaves
A irregularidade marca esta equipa. Fazer 600kms num dia de frio e de chuva não é fácil e até pontuou, mas queremos um Chaves mais forte. Seja como for mantém-se em zona de subida, porque os adversários facilitaram.

Imagem triste esta semana em Leixões


Em Guimarães não houve frio


Apontamentos -13 de Dezembro de 2015

- Benfica passeia em Setúbal
Noite de Inverno, fria, mas demasiado fácil para um Benfica que até se deu ao luxo de estrear jovens da equipa B (Djurdicic), tal como o jogador mais caro desta época mas que soma pouquíssimos minutos (Raul Jimenez). Já o júnior Renato Sanches foi titular, tal como Lisandro, o substituto de Luisão. Como se vê, Rui Vitória conseguiu gerir o esforço da equipa, fazer rotação de jogadores e ganhar o jogo sem problemas. Ainda assim, com um adversário tão macio, não se livrou de sofrer dois golos. Para o Benfica marcaram Pizzi, Jonas e um bis de Mitroglou.

- Taarabat
Ontem era um bom jogo para o marroquino somar minutos.

- Defesa catastrófica do V. Setúbal
Uma vergonha! Qual dos cinco o pior? Noite negra e muito incompetente de Ricardo, Willian, Venâncio, Rúben Semedo e Nuno Pinto. Todos envergonharam o futebol profissional, o treinador e o clube. O adversário fez o que quis e foram brindes atrás de brindes.

- Golos do V. Setúbal
Nem tudo foi mau: Vasco já tem história para contar aos seus filhos. O primeiro golo oficial na 1ª Liga (na época passada estava no Fafe) foi ao Benfica e a Júlio César, uma lenda nas balizas do século XXI. Já Suk continua com a sua veia goleadora: é o 2º melhor marcador do campeonato e marcou na 2ª parte.

- Foto estranha: Mitroglou está muito sorridente e Jonas parece estar a gostar de festejar o golo, claro!

- A indefinição de Ivo Vieira
Já cheia a ridícula esta posição de Ivo Vieira. Ou se demite ou não se demite. Ou sai ou não sai. Agora, dizer que sai e depois estar um mês à espera de vitórias não é profissional. Ontem lá ganhou no último minuto.

- Alexandre Soares numa noite de sonho 
À parte dos desequilíbrios do seu treinador, o português do Marítimo marcou um e assistiu dois golos. O guarda redes José Sá também jogou.


- Fim da fase negra do Rio Ave
Ontem os vilacondenses regressaram Às vitórias em casa e beneficiaram do deslize do Setúbal. João Novais estreou-se a marcar no campeonato e na 1ª Liga.

- Gege
Sem dúvida um dos piores da jornada, se não mesmo do campeonato. Marcou na própria baliza aos 38 segundos e levou duplo amarelo e foi expulso logo aos 31 minutos. Tudo correu mal. A sua equipa foi cilindrada. Lito Vidigal tem um problema.

- U. Madeira e os disparos de Filipe Silva
Com a sua vaidade habitual e com o vexame de levar 6-0 do ... P. Ferreira, Filipe Silva culpou todos menos a si próprio. Nem a dizer em público estas coisas que vai a algum lado.

- Resultado histórico em P. Ferreira
Não é todos os dias que se ganha 6-0. Os miúdos da formação, André Leal e Diogo Jota, somaram golos.

- Danilo, o sucessor natural de André André
André é um dos indiscutíveis do FC Porto. Na sua ausência foi a calamidade que foi em Londres e hoje Danilo deve ser o seu substituto frente ao Nacional. Aboubakar tem de ser titular, mas está numa crise de confiança. o FC Porto está na sua pior fase da época, mas não convém perder ponto.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Sporting e Sp. Braga apurados, Belenenses arrumado

O Sporting cumpriu a sua missão. Depois de ter sido eliminado da Liga dos Campeões, era imperativo passar a fase de Grupos da Liga Europa.

Cumpriu, com algumas dificuldades. No jogo de hoje, o Sporting foi valente e acreditou até ao fim. Isso valeu-lhe a reviravolta no resultado, a vitória e a passagem à fase seguinte. Bryan Ruiz tornou a marcar e os miúdos Gelson e Matheus Pereira rubricaram novamente boas exibições.

O Sp. Braga foi muito eficiente na fase de grupos: arrumou cedo a quetão e conseguiu bons resultados, bem acima do habitual. Está de parabéns.

O Belenenses conseguiu a proeza de chega à fase de GRupos e com esse dinheiro livrar-se de algum passivo. Teve muito mérito.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Lopetegui - culpado direto da eliminação da Liga dos Campeões

Lopetegui é o culpado direto da eliminação do FC Porto da Liga dos Campeões.

O FC Porto teve o pássaro na mão e facilitou. No jogo do tudo ou nada com o Chelsea as opções do treinador foram ridículas. Parecia que já estava a entregar o resultado anida antes de este começar. Vejamos:

- Imbula a tiular
Imbula não joga para o campeonato. É obvio que não tem entrosamento nem ritmo competitivo para um jogo desta pressão. Porque foi titular? Um jogador que custou 20 M€, em maturação, só tem direito a jogar nos jogos mais difíceis.
- Jogou sem ponta de lança
É chocante! Uma equipa a precisar de ganhar, fica com os pontas de lança no banco? OMG!
Pior... Aboubakar só entrou aos 55 minutos!
- Layun como médio
 Este jogador não é médio? Porque apostou num defesa para o meio campo?
- Ruben Neves no banco
Porque ficou Rúben Neves, um indiscutível no banco?
- Competência no lixo
Na montra dos milhões (de euros e espetadores), a Europa ficou chocada com estas opções tão incompetentes

O treinador correu demasiados riscos e perdeu, naturalmente!
Lopetegui não ganhou nada no FC Porto e esta eliminação é gritante. Tem plantel para mais e melhor. As suas opções foram muito más. O preço foi elevadíssimo.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Loja Verde - tem muito para melhorar

No Verão fui à Loja Verde, à Mega Store do Benfica e à Loja do Dragão.
A diferença é grande.

A loja do FC Porto é sem dúvida a mais moderna, a mais atraente e a mais arrumada.

 A loja do Benfica é mais simples e até se confunde com a dos chineses.

A Loja Verde é um caos. Tudo ao monte, com inúmeras pessoas à espera para serem atendidas pelo apoio ao adepto. As lojas dos clubes são um dos locais mais nobres para fazer negócio e para comunicar com os adeptos.
Como tal, o Sporting deveria olhar melhor para a sua: reorganizar e decorá-la bem melhor. Torná-la mais apelativa.


Olhe-se a Loja do Dragão. Um exemplo!

Apontamentos - 8 de Dezembro de 2015

- Nuvem sobre FC Porto vs Doyen vs Sérgio Oliveira
A Football Leaks denuncia que o FC Porto vendeu uma % do passe de Sérgio Oliveira ao "fundo" Doyen em Setembro. Esta notícia não foi tornada oficial oportunamente nem na CMVM nem no site do FC Porto (porquê?).
Nem sequer foi desmentida por ninguém.
Após a proibição da FIFA, é legal vender a % do passe de um jogador a uma entidade que não seja uma SAD/clube? Seja como for, o FCP está-se a pôr a jeito, tal como a Doyen. Não se percebe a obsessão do FCP em trabalhar com a Doyen depois das graves denúncias do Sporting. Esperemos que a UEFA e a CMVM andem atentas e ajam oportunamente, se for caso disso.

- Comentários televisivos à 2ª feira: o degredo
Pior que um Big Brother ou uma Casa dos Segredos: gritos, berros e muita m**** pela boca fora. Qual o pior?

- Sérgio Conceição e as terceiras linhas
Parece que finalmente alguém conseguiu dar competitividade ao V. Guimarães. Foi a custo e após muitas tentativas falhadas (Conceição tentou Dalbert e até Bhete (?!)).
A solução veio do guarda redes suplente da equipa B, Miguel Silva, do júnior Alexandre Silva, do suplente Otávio e de Dourado. Ricardo Valente é ás de trunfo. Cafu vai-se afirmando. A fórmula parece encontrada mas louvo o trabalho e a coragem de Conceição. Só um bom treinador conseguiria descobrir nas terceiras linhas, a solução.
Agora, o Vitória respira melhor e embora não tenha grande plantel pode encarar os próximos jogos com alguma confiança.

- Rui Bento: a demissão óbvia
Rui Bento não é solução. Fez asneira que chegue no Beira Mar e fez em Tondela. Vítor Paneira batia-o aos pontos. Venha mais um tentar salvar uma equipa que ainda pode ter esperança e até nem tem um plantel tão fraco quanto isso.

- Semana de graça de André Horta
Na ressaca da jornada, André Hora foi uma das figuras da ronda. Jovem e com potencial.

domingo, 6 de dezembro de 2015

Liga NOS - 12ª Jornada

Jornada sem história: os três grandes venceram e os últimos perderam. O Sporting mantém-se firme na frente, com a liderança de Jorge Jesus, enquanto o FC Porto deu a sua primeira reviravolta e marcou o seu primeiro penalty. No Benfica, mais um jovem desponta: Renato Sanches. No 4º lugar, com o V. Guimarães mais apagado, está como habitual, o Sp. Braga (que com este empate desistiu do pódio, o normal). O Setúbal está a fazer um campeonato acima das expetativas, enquanto o U. Madeira venceu pela segunda vez e Norton de Matos já pode dormir melhor.






- Adrien
Golo indefensável que deu a vitória ao Sporting. Menos mérito não tem Rui Patrício que segurou o resultado.

- FC Porto
Operou a primeira reviravolta no resultado (ao fim de 12 jogos) com o contributo do primeiro penalty convertido por Layun e por um golo de Corona (o melhor em campo). Mas nem tudo foram rosas: Aboubakar está completamente apagado e muito faltoso. Imbula nem no banco se senta (porquê? Um jogador que custou 20 M €?).

- Renato Sanches
O miúdo fez um jogo de sonho. Tem ainda muito que crescer e as notícias que chegam de milhões à sua espera não são boas, por ainda serem muito prematuras. Jonas foi figura ao converter penalties. Resultado previsivel frente a uma Académica que desistiu do jogo logo no primeiro minuto. (Ver abaixo).

- André Horta
Estreia a marcar numa época muito acima das expetativas e do orçamento do Vitória. Suk também bisou.

- U. Madeira
Segunda vitória frente a um adversário direto. Norton de Matos já vai poder dormir mais descansado depois das muitas críticas às substituições na passada semana frente ao Setúbal.

- Sérgio Conceição
Apostas nas segundas linhas e ganhou: Miguel Silva, Alexandre Silva e Dourado fizeram a diferença.




- Académica.
Péssimo jogo. Desistiou dele logo no primeiro minuto. É por prestações destas que vêm algumas pessoas defender que a redução das equipas do campeonato traz competitividade. Assim, não vale a pena!

-Boavista
Os números não mentem: ou o Boavista começa a pontuar ou tem a vida complicada. Criticar a arbitragem não vai trazer pontos.

- Tondela
Derrota comprometedora na Madeira.  Rui Bento não vai ser o salvador.

Jorge Jesus
(Sporting)

2ª Liga 15/16 - 19ª Jornada

Num jornada de derbies, foi o Feirense o grande vencedor da ronda. Se já estava na liderança elegível para subida, neste domingo foi o único dos da frente a vencer. Será que vai aguentar a pressão e lutar para subir? Enquanto Chaves e Portimonense empataram e o D. Aves começa a cair na mediania, é o surpreendente Famalicão que segue viril a apenas dois pontos do 2º lugar elegível. No fundo da tabela, a Oliveirense afunda-se a cada jornada que passa. As crónicas criticam sempre o mesmo: a má qualidade e falta de talento dos jogadores e isso não é orçamento, é má planificação.




- Platiny
Caminha para o título de melhor marcador da 2ª Liga. Já tem 10 golos, mas atenção que metade de grande penalidade. Mas isto também distingue o jogador: a frieza de marcar na Hora H. Esta jornada não foi exceção e não cedeu à pressão. O seu penalty permitiu ao Feirense ascender à liderança isolada para a subida e já só olha para baixo com o Chaves a 4 pontos. Aguentará o Feirense a pressão?

- Diego Medeiros
Estreou-se a marcar no campeonato e com especial importância. O Famalicão com pezinhos de lã chegou lá cima e já está no 4º lugar elegível. A permanência está praticamente alcançada. O golo solitário marcado em Lisboa foi de Diego Medeiros, um brasileiro de apenas 22 anos.

- Atlético
Finalmente uma vitória. Um bis de Malele.

- Yuri
A revelação deste segundo terço de campeonato. Brasileiro de 19 anos que jogava nos juniores de Lusitano de Vildemoinhos, nos distritais de Viseu. Recrutado por Ricardo Cheu, já marcou 3 golos. O Académico de Viseu pela primeira vez realiza uma primeira volta tranquila.

- Ivo 
Para a história fica um golo de baliza a baliza do guarda redes do Penafiel.

- Nuno Santos
Decidiu o clássico entre Benfica e Sporting. Rui Vitória deve ter gostado.

- Ogana
Outro ilustre desconhecido que tem aparecido nas últimas jornadas. Joga no Sp. Braga B, é nigeriano e foi descoberto no Ribeirão.




- Oliveirense
Vai-se afundando. As crónicas criticam sempre o mesmo: a má qualidade e falta de talento dos jogadores e isso não é orçamento, é má planificação.

- Penafiel
Paulo Alves não teve tempo para trabalhar, mas o Penafiel continua em zona perigosa. Nova derrota, com um golo do guarda redes.

- Oriental
Não pode perder pontos em casa. Derrota comprometedora.

- D. Aves
A cair na mediania.

Pepa
(Feirense)

W52 agita os grandes

A modalidade é ciclismo, mas aqui também a rivalidade marca presença.

Esta semana, o Sporting apresentou o regresso do ciclismo ao seu "portfolio" sendo a W52  seu parceiro.

Hoje, afinal, a W52 vai associar-se ... ao FC Porto.

Seja como for, o ciclismo vai contar com os clubes com mais fieis em Portugal. O regresso do FC Porto à modalidade é de parabenizar. Quanto ao Sporting, espera-se que também regresse.

Bruno Moreira marcou a Casillas

Bruno Moreira tem mais uma história para contar aos seus filhos. Foi o 2º jogador português a marcar a Casillas.
O jogo não fica para história: a sua equipa perdeu e confirmou o favoritismo do FC Porto. Mas na perspetiva individual, além de ser o melhor marcador da sua equipa, o português marcou à lenda Iker Casillas em pleno estádio do Dragão.



Os aventureiros do Olhanense

A pretensão dos italianos em verdetr a SAD do Olhanense está-me fazer lembrar o Beira Mar.

Investem em Portugal, em clubes que querem crescer mais depressa do que podem, à procura de lucro fácil e rápido. Passados poucos meses, querem-se desfazer do investimento, incorrendo em salários em atraso, fazendo mil e uma contratações, quer de jogadores, treinadores e CEO's.

O caso do Olhanense está a fazer lembrar o Beira Mar. Desde que os italianos chegaram foram dezenas e dezenas de jogadores, treinadores e dirigentes que passaram por Olhão. Não houve um projeto estável. A maioria dos futebolistas são de qualidade muito dúbia e todos sem sucesso. Inclusivamente, na primeira época que investiram, desceram o clube e até levaram a equipa para outro estádio.

 Esta época, parece que assentaram os pés. Além de contratarem em Portugal, contrataram jogadores baratos, com qualidade e nacionais. O treinador até se está aguentar apesar de não conhecer o futebol português. Quando finalmente, o Olhanense parece estar em águas mais tranquilas, com um projecto, os italianos querem desfazer-se da SAD.

O trabalho é de formiga e ponham os olhos no Beira Mar. A SAD tantos interesses serviu que acabou falida e desapareceu.

A imprensa e os especialistas

O jornal OJOGO muito gosta de mostrar vassalagem ao FC Porto.

Todos os jogadores que marcaram penalties são especialistas.

Uma abécula chamada André Viana, há duas época catalogou Josué como um especialista em penalties - nessa crónica, ocuparam cerca de seis linhas a descrever uma penalidade banal (dois anos depois, vê-se onde está esse especialista...).

Agora, trazem para a capa que Layún é outro "especialista". Bolas, ele só marcou um (!) penalty até agora.

Menos, muito menos...

Lopetegui não aposta na formação - porquê?

Não se percebe porque razão o espanhol que treina o FC  Porto não aposta na prata da casa, com a excepção de Ruben Neves?

Se olharmos para o Benfica, Rui Vitória em apenas 5 meses já promoveu Renato Sanches, Gonçalo Guedes e Nelson Semedo.

No Sporting, Jorge Jesus, que é líder do campeonato, já promoveu Gelson Martins e Matheus Pereira. Nem sempre são titulares, mas vão ganhando maturidade jogando muitas vezes como suplentes utilizados.

Nos clubes mais pequenos, exemplos não faltam de jovens formados localmente a titulares.

Lopetegui apenas aposta em Ruben Neves e tem, vá lá, a decência em colocar os portugueses André André e Danilo a jogar.  Porque não dá mais oportunidades a jogadores da equipa B? André Silva, por exemplo? O FC Porto está em todas as frente e nem sequer é líder do campeonato. Não se percebe esta aversão ...

A NOS, o Benfica e o fim da centralização dos direitos televisivos

Esta semana fomos surpreendido pela notícia confirmada de que o Benfica vendeu os seus direitos televisivos à NOS. A surpresa veio pelo valor: 40 milhões de euros por época.
Um valor quase obsceno de tão elevado que é: 40 milhões.

Além de ser um valor elevado, significa também o fim da centralização dos direitos televisivos. Ora vamos refletir sobre o assunto:

- Benfica claramente beneficiado
Já há condicionantes ao destino do dinheiro: será para pagar dívida, prioritariamente a bancária. O clube tem um dos seus problemas resolvidos e garante receitas fixas e estáveis para o futuro.

- Estabelecimento do valor de referência
Os números que a Oliverdesportos praticava eram um pouco neblosos até agora (só quem vai à CMVM ler os relatórios e contas sabe). Agora, não há dúvidas: 40 M€ por época.

- Sporting e FC Porto podem negociar e saem a ganhar
Ambos têm um valor de referência, que por sinal, são bastante superiores aos que recebem a agora (18 e 20 M€ respetivamente). Os valores, em leilão, serão revistos para cima. Joaquim Oliveira move-se bem no Dragão, enquanto a MEO pode arriscar em Alvalade.

- Os outros clubes
Nesta guerra, os clubes mais pequenos, com poucos adeptos, sairão claramente prejudicados. Quem vai querer pagar por um jogo das outras equipas que não seja com os grandes ou um Guimarães-Braga? Os pequenos têm de se unir e negociar os jogos em casa com os grandes em conjunto, senão não vão conseguir nada.

- A 2ª Liga
A 2ª Liga vai perder toda a visibilidade: os operadores privados não vão querer investir em jogos ao meio dia de domingo sem interesse. Não lhes vai chegar dinheiro.

- O Papel da Liga
Até agora, não fez nada. Pedro Proença tem o rabo preso porque foi apoiado por Joaquim Oliveira, acionista da SportTV tal como a NOS.

- E o consumidor?
Muito se fala nos clubes. E o consumidor? Vai ter que aderir a duas operadoras? Vai a NOS vender à MEO a exclusividade dos jogos?

Muita coisa por esclarecer, mas não tenho dúvidas que este negócio apenas vai beneficiar os grandes e prejudicar os clubes mais pequenos. Veremos ainda o que acontecer ao consumidor!

domingo, 29 de novembro de 2015

LIga NOS -11 ª Jornada (comentários)

Esta jornada marca o início do segundo terço do campeonato. Para já ficam os comentários:

- FC Porto venceu a jogar mal.
Valeu Casillas defender o penalty, porque foram mais os "maus" que os "bons" no FC Porto. Pela negativa destacaram-se: Bueno, Herrera e Maicon (causou o penalty). E Aboubakar, está com nova crise de confiança?

- Iuri Medeiros salva novamente o Moreirense
O Moreirense venceu o Rio Ave e o seu excesso de confiança! Iuri Medeiros, emprestado pelo Sporting e cuja contratação foi muito renhida, voltou a valer pontos. O Moreirense está para já a salvo.

- Petit sai do Boavista
APesar dos maus resultados e de achar a decisão precipatada, os seus méritos são amplamente reconhecidos pelos adeptos  e crítica em geral. Quem vier tem herança pesada.

- Protestos em Coimbra
A Académica está a ganhar confiança, com os jogadores emprestados pelo FCP a fazer a diferença: Paciência e Leandro. No entanto, não ganhou esta diferença, nem o jogo.

No Facebook, a "Margarida Brenha" escreveu: "57 jogos, 9 vitorias, 2700 espectadores, 250 jogadores contratados, 22 vendidos, 1.5 milhoes de euros de prejuizo, dois milhoes de activos sobrevalorizados, 600.000 de imparidades nao contabilizadas, 3000 socios pagantes".

- Sérgio Conceição arrisca na baliza e ganha o jogo
Finalmente, alguém acabou com a acomodação de Douglas. O guarda brasileiro está diferente para pior em relação á época passada. Desta vez ficou no banco e o seu substituto, um jovem da equipa B, curiosamente pouco utilizado valeu os 3 pontos.


- Diogo Jota marca mais uma vez
O jovem do Paços de Ferreira, com 19 anos, faz a diferença e promete! Mais um golo.

- Excesso de confiança em Vila do Conde.
Muito blá-blá e o Rio Ave perdeu o jogo em casa.

Segunda Liga - 17ª Jornada

Nesta jornada, houve duas equipas que se destacaram: Portimonense e Feirense. O Feirense está isolado em lugar de subida e o Portimonense a dar show na Taça de Portugal superou a concorrência. No fundo da tabela, o Oriental pode estar mais otimista tal como o Santa Clara. Em Penafiel, os alarmes soaram: a equipa-candidata está em zona de descida!

 
 


- Micael Freire
Há duas épocas jogava nos distritais de Aveiro, no Esmoriz. Agora joga na Segunda Liga e apesar de ter entrado aos 68's foi o seu golo que deu a liderança ao Feirense. E logo contra o candidato Penafiel. Curiosamente Micael é dos jogadores mais discretos da equipa (só fez 7 jogos em 17). Parabéns!

- Pires
O veterano, especialista em subidas, voltou a decidir mais uma partida. Desta vez, foi um derby contra o vizinho Olhanense. O Portimonense, em grande na Taça de Portugal, chegou-se à frente e está em zona de subida.

- Famalicão
Que grande campeonato deste estreante. Foi vencer a um terreno muito difícil e mas com um Benfica B em que a única estrela era Taarabat. O Famalicão apresentou-se confiante, seguro e os números falam por si (aos 16's já vencia por 0-2). Feliz, Mércio e Vítor Lima marcaram. Já está perto dos lugares de subida.

- Santa Clara
Vitória muito importante que retira a equipa dos lugares de descida. Dois veteranos marcaram: Pacheco e Clemente.

- Oriental
Finalmente uma vitória: Saleiro e Tom marcaram.




- Penafiel
Os alarmes soaram. A equipa candidata está em zona de descida. O que se passa? O plantel é dos melhores do campeonato! Carlos Brito deve começar a fazer as malas-

- Oliveirense
Um ponto não chega. Precisam-se de vitórias. As críticas são unânimes: não há talento no plantel. Ponham os olhos no Boavista: não há talento, mas há crença. Precisam-se vitórias.

 - Atlético
Os números não mentem: há 6 jogos que não ganha. Foi o que esperava: a liderança inicial foi apenas de impulso.

Pepa
(Feirense)

Apontamentos - 29 de Novembro dd 2015

- Casillas segura vitória do FC Porto
Depois do vexame na Liga dos Campeões (e dos milhões, dos olheiros e das atenções), Casillas segurou uma vitória frágil ao defender o penalty frente ao ... Tondela.

- Mau jogo do FC Porto
Novamente, em Novembro, o FC Porto atravessa uma crise. Na época passada com Lopetegui foi igual. Arrancou forte na Champions mas depois com a "rotação" de jogadores, relaxa e põe os objetivos em perigo. A derrota na Champions a meio da semana deveria ter sido um "abre-olhos", mas ontem ao frente ao Tondela, viu-se uma equipa a cumprir os mínimos.
Bueno mal se viu (onde está o jogador que brilhou frente ao Angrense - depois que não se queixe - ontem teve uma oportunidade que desperdiçou). Maicon entrou aos 77' e provocou o penalty. Brahimi salvou-se pois marcou um belo golo.


- Pouco público em Aveiro
O estádio estava vazio. A noite estava frio e era  em estádio emprestado da equipa da casa.

- Tondela  a caminho da IIª Liga
O tondela até fez uma boa 2ª parte, mas tem de ter essa atitude em todos os jogos, sobretudo com as outras equipas que jogam para a permanência. Não é a jogar assim só com os grandes que vai lá. Já agora, nem com Rui Bento...

- Miguel Silva - finalmente Sérgio Conceição acabou com a acomodação na baliza do Vitória
Ontem, finalmente, um treinador retirou Douglas da baliza do Vitória. Esta época o guarda redes andava muito mal, sendo um dos responsáveis pela delicada situação que o Vitória vive. Finalmente, Conceição apostou no miúdo da equipa B que tem trabalhado incansavelmente na IIª Liga, sendo um dos destaques. Ontem não desiludiu. Fez um punhado de boas defesas e garantiu a vitória. Bravo para a coragem de Conceição e para o trabalho do guarda redes!

- Petit sai do Boavista - uma pena!
Petit confunde-se com o Boavista e deixa uma herança pesada. Se o Boavista se manteve na época passada e está em zona de permanência neste momento, deve-se à garra do seu treinador. É uma pena a sua saída, mas não tenho dúvidas vai ser uma grande treinador, depois deste trabalho de formiga no Boavista.

- V. Setúbal com campeonato muito acima das expetativas
Uma surpresa! Com um plantel muito económico, sem experiência e muitos lusos, o Vitória está a fazer um campeonato muito tranquilo. Ontem mais um empate, com um bis de um estreante na Liga NOS: Arnold.

- Novos marcadores no U. Madeira.
O União começou bem a época, mas tarda em ganhar. Ontem até esteve lá quase, mas não segurou o resultado. Danilo e o estreante Amilton marcaram.

domingo, 22 de novembro de 2015

Apontamentos - 22 de Novembro de 2015

Sporting 2 -1 Benfica

- Sporting vence novamente o Benfica
O derby lisboeta, a eliminar, teve tudo o que um derby teve direito: emoção, um resultado diferente do empate, polémica e até cacetadas a dizer chega dentro do campo.

- Vitória justa do Sporting
O Sporting foi melhor e mais competente. Foi a que jogou melhor e procurou ganhar o desafio. Resultado justo.

- A estrutura do Benfica
No início da época, quando Jorge Jesus saiu, muito se falou sobre a capacidade do Benfica em superar a sua ausência. Muitos paineleiros falaram da "estrutura" do Benfica. Compararam o fato do FC Porto ter ganho muitos campeonatos, com treinadores e jogadores diferentes, mas por ter mantido a mesma direcção. Pois bem, no Benfica, as coisas não estão a ser bem assim. Os resultados não estão a aparecer com a pujança que se queria e nos jogos mais importantes, que são contra o ex-treinador no rival Sporting, o saldo é o pior: 3 jogos, 3 derrotas das quais duas foram a eliminar.
A estutura não ganha nada sem um bom plantel e sem um bom treinador. O mito está desfeito.

- Slimani decidiu
O argelino do Sporting decidiu o derby no prolongamento. Marcou o golo da vitória.

- Muitas faltas e jogadores para o estaleiro.
Luisão e Gaitan foram para o hospital e vão parar. Samaris também levou um belo cacete de Slimani. Júlio Cesar ficou todo arranhado. Além da vitória, os jogadores do Sporting anularam por vários jogos dois dos melhores jogadores do adversário. O próximo jogo do Benfica é ... em Braga.
Ederson e Samaris ainda foram expulsos. Jogo de má memória para os vermelhos!

Restantes notas 

- Bueno feliz nos Açores
Em Angra do Heroísmo fez-se festa (alegria nas bancadas e na ilha, com a economia local a dinamizar). As segundas linhas do FC Porto jogaram mas houve uma aproveitou a oportunidade. Claro que falamos de Bueno que bisou e avisou o treinador de forma veemente que podia contar com ele. Bom jogo do espanhol.
Já Osvaldo esteve desinspirado e Sérgio Oliveira, em estreia, denotou alguma normal falta de ritmo. Garcia estreou-se, mas não teve trabalho.

- Nuno Espírito Santo objeto de injustiça em Valencia
É injusta a contestação de Espírito Santo em Valencia. As exibições podem não ser as melhores, mas os resultados aparecem. Quem tudo quer, tudo quer.

- Cristiano Ronaldo vs Rafa Benítez
Novamente o ego de CR7 em causa na imprensa. Depois de José Mourinho, terá comprado mais uma guerra com o treinador? Onde há fumo, há fogo...