sábado, 2 de agosto de 2008

Taça da Liga - 1ª mão da 1ª Eliminatória

A 1ª eliminatória e a 2ª edição da prova fica marcada prematuramente pela não participação do Boavista. Desta forma, já há um sortudo, o Sp. Covilhã, que já está na Fase de Grupos.
Para os serranos foi uma falta bastante oportuna dado o atraso da sua pré época, pois já trocou de treinador e viveu um entra e sai de reforços. Porém muitos jogadores permanecem da época passada, já rotinados.
Esta tarde, o Gil Vicente derrotou fora o Portimonense. O Gil Vicente é um dos favoritos à subida. Saíram jogadores influentes no 11 gilista e os que entraram têm de mostrar o que valem. O treinador mudou. O Prof. Neca é experiente e já subiu o D. Aves. Com a vitória em Portimão por 2-0, melhor estreia não se pedia. Quanto ao Portimonense, deveremos ter mais do mesmo: a lutar pela permanência. Saíram vários jovens talentosos para a Liga (Tarantini, M. Ângelo, Felgueiras) e entraram outros tantos. Porém acho exagerado o nº de jogadores emprestados. Não sei até que ponto se justifica ter 7, e não ter um único jovem da formação candidato a titular.
A Oliveirense entrou com o pé esquerdo na época (1-0 com o Estoril). O tempo de preparação foi muito reduzido, não obstante ter mantido grande parte da estrutura, mas Oliveira, Nuno Santos e Diogo vão fazer muita falta. O plantel é demasiado curto e depois do excelente trabalho de Pedro Miguel na 2ª Divisão, as dificuldades para conseguir a permanência vão ser muitas. O Estoril tem uma das melhores equipas e é outro forte candidato. O plantel sofreu uns retoques e ganhou qualidade. As minhas expectativas são elevadas.
Na Póvoa, tudo ficou adiado para a próxima semana. O Varzim conta com um plantel renovado, mas sem perder figuras. Matos ganhou a corrida na baliza e André André regressa após empréstimo. Espera-se que não volte a ser protagonista por ter 4 meses de salário em atraso. Já a U. Leiria fez uma mudança radical, de tal modo que até promoveu 4 juniores. Uma raridade para aqueles lados. Os desafios são o da subida e o de trazer mais público ao estádio. Quanto a Paulo Alves fez um trabalho bom em Barcelos, vamos ver como se safa em Leiria.
Na Feira, o Feirense foi derrotado em casa. A equipa de Chaló conta com um batalhão de brasileiros e não renovou vários jogadores formados no clube. Não apreciei. Para cúmulo promoveu apenas um único júnior, o que apreciei ainda menos. É uma pena este menosprezo pela formação, que até tem conseguido bons resultados e desfruta de condições excelentes. Já o Vizela, como aqui já disse, tem a melhor equipa. Um plantel curto mas muito talentoso. É candidato à subida. Pires, melhor marcador da 2ª Divisão já começou a facturar.
Em Freamunde, o bilhete para a fase de grupos já está quase conseguido. Uma vitória bastante esclarecedora. As saídas foram poucas mas muito significativas (Diogo e Bertinho), mas Cascavel promete fazê-los esquecer. Cuco foi protagonista do jogo de ontem, numa grande exibição e 2 golos. Para esta época, Jorge Regadas tem uma tarefa especial: limpar a sua imagem de desordeiro. Note-se que neste jogo o treinador esteve suspenso a cumprir uma sanção da época passada. Por sua vez o D. Aves, manteve muitos jogadores da época passada (no 11 inicial apenas 2 reforços) mas não foi feliz. Promoveu muitos juniores (fruto da participação na Liga Intercalar) e penso que não terá dificuldades de maior para assegurar a permanência.
Nos Açores, tudo a zero. O Santa Clara apenas manteve 5 e dispensou jogadores com muitos épocas de casa. Dou o beneficio da dúvida. No Olhanense, muitos jovens emprestados e prata da casa. Jorge Costa vai ao rés do chão depois de ter começado a carreira pelo telhado, onde saiu mal. Tem uma nova oportunidade e sem grandes pressões.
Para terminar o Gondomar também vai muito embalado. Foi eficaz e venceu. Para mim, é das equipas mais fracas, talvez devido ao planeamento tardio. Não arrisco na defesa (os 4 foram dispensados por outros clubes), já no meio campo e no frente, "vamos ver". Na baliza Nuno Santos ganhou a António. Do outro lado o Beira Mar. Esteve para não participar nas competições, mas Mano Nunes salvou o clube. A estratégia foi recuperar as figuras do passado e apostar na formação. Não começou nada bem, numa competição que lhe interessava. António Sousa tem muito trabalho pela frente.
Ainda é cedo, mas ficam as 1ªs noções:
POSITIVO DA ELIMINATÓRIA: Cuco e Gondomar
NEGATIVO DA ELIMINATÓRIA: Beira Mar e Oliveirense

1 comentário:

Anónimo disse...

informação útil:

quem quiser acompanhar pelo telemóvel de forma GRATUITA os live scores da liga pode consultar este link:

http://lugardoconhecimento.wordpress.com/2008/07/29/resultados-de-futebol-em-directo-no-telemovel/

e seguir as instruções…